Arquitetura Porto Alegre - Projetos residenciais

Um espaço público com projeto arquitetônico de arquitetura contemporânea. No centro da cidade, uma área permanente para a realização de feiras, shows e eventos, além de oferecer um espaço urbano qualificado e acolhedor.

Arquitetura contemporânea em espaço público

Projeto desenvolvido para a Rua Coberta de Carlos Barbosa, concebida para promover a cultura, o lazer e o turismo à cidade serrana, enriquecendo a relação da cidade com seu espaço público. Este projeto foi construído para eventos de forma a estar integrado ao cotidiano da cidade. Vencedor de concurso público, foi aprovado também pela comunidade em audiência pública.

O projeto da cobertura e o desenho do paisagismo proposto para este espaço no centro da cidade, criam uma área permanente para a realização das mais diversas atividades – feiras, shows e eventos – também oferecendo um espaço urbano qualificado e acolhedor para a população utilizar ao longo de todo o ano. Redesenhada, a Rua Prefeito José Chies ganha a configuração de praça pública.

O pavimento nivelado com o passeio público facilita a montagem de feiras e sinaliza a preferência de uso pelo pedestre. A variação de materiais e a marcação vertical por frades e pela iluminação definem a área destinada ao trânsito de veículos.

A cobertura é estruturada por perfis metálicos que vencem os 15 metros de vão da largura da rua, apoiada em apenas uma fileira de pilares e sustentada por tirantes metálicos. Dois espaços com cobertura opaca definem as áreas para instalação de palco: um que pode ocorrer simultaneamente à feira e outro para espetáculos maiores, com maior público. Uma cobertura linear, mais alta, liga as anteriores melhorando o sombreamento do local, marca o espaço de circulação de veículos e serve de suporte para a iluminação artificial do espaço. Um pergolado de madeira com cobertura translúcida demarca a área própria para instalação da feira.

Volumetricamente a opção por uma cobertura plana, relaciona-se com os edifícios vizinhos, sem interferir na arquitetura local. Insere-se de maneira sutil na paisagem urbana, respeitando sua escala e valorizando a ambiência local. Com o uso materiais do aço e da madeira, busca-se a relação entre a arquitetura tradicional e a arquitetura da indústria. Tudo isto em uma linguagem contemporânea que reflete a adequação aos tempos modernos ao espírito de vanguarda da cidade.

O palco, com estrutura modulada, pode ser montado em locais diferentes, e, quando não está suprindo essa função, pode ser desmontado em módulos que funcionam como bancos, mobiliário permanente da rua.

GALERIA

Ficha Técnica

  • Arquitetos: Carlos Eduardo Mayresse, Juliana Piletti e Juliano Spader
  • Local: Carlos Barbosa / RS
  • Ano de projeto: 2007
  • Ano de execução: 2008
  • Área: 1.400 m²
  • Concurso Público de Arquitetura – 1º lugar 

Arquitetura em Porto Alegre